Entrevista: Head de Garantias fala sobre o momento do mercado de seguros e muito mais.

Momento do mercado de seguros

Fabricio Bonadio é Cofundador da Sombrero Seguros. Iniciou sua carreira no planejamento e gerenciamento de obras da construção civil e possui grande experiência no mercado de seguros, onde atua há 18 anos como subscritor e responsável pela gestão e desenvolvimento de carteiras de Seguro Garantia fala sobre momento do mercado de seguros em entrevista.

 

Você poderia falar um pouco sobre a agenda da Sombrero para 2022? 

Fabricio Bonadio: Nosso planejamento considera diversas ações e objetivos. Certamente, um dos mais importantes para o desenvolvimento da carteira de Seguro Garantia é nos reunirmos periodicamente com os corretores parceiros para falar sobre a carteira de negócios, o apetite de risco da Sombrero, a qualidade do serviço que estamos prestando e ainda para ouvirmos recomendações a fim de nos tornarmos um parceiro preferencial. Vamos também aproveitar a oportunidade para identificar o pipeline de negócios dos clientes destes corretores. Por exemplo, no Seguro Garantia é muito usual apoiarmos leilões de infraestrutura, como de telecomunicações, aeroportos e rodovias.

Nos antecipamos para poder avaliar clientes, riscos e processos para oferecer a apólice no momento em que é demandada.

Falando ainda sobre oportunidades, os próprios clientes também organizam apresentações de seus números, projetos concluídos, resultados de 2021 e projetos para os próximos anos, para que a seguradora se prepare para apoiá-los. Isso é comum no nosso mercado e a tendência é que ocorra com boa frequência no próximo ano.

 

Como a Sombrero enxerga as mudanças e o momento no mercado de Seguros? 

Fabricio Bonadio: O mercado atualmente passa por importantes transformações. Podemos citar como exemplo a Consulta Pública 40/2021 da Susep, cuja proposta é revisar a Circular Susep 477/2013 com intuito de conferir maior transparência às operações e reduzir a assimetria de informação entre as partes contratantes. Outra mudança importante que deve criar novas oportunidades, principalmente no mercado do Seguro Garantia, é a nova Lei de Licitações (Lei 14.133), sancionada em abril de 2021. Ela substitui a Lei 8.666/93 e, basicamente, direciona como a administração pública, em todas as suas esferas (Federal, Estadual e Municipal), pode contratar desde a compra de materiais até a construção de grandes obras, na casa dos milhões de reais. Avaliamos que o momento é favorável pois, para a Sombrero, que é um novo player, essas mudanças podem “nivelar” as condições de entrada no mercado de seguros, afinal, seguradoras que estão há 30 anos no mercado terão de se adaptar a uma nova normativa.

 

E com essas mudanças, qual a visão sobre o futuro do mercado de seguros? 

Fabricio Bonadio: Essa questão da nova Lei de Licitações vai gerar uma importância segurada maior, então a expectativa é que o mercado de seguros cresça. Com o digital em evolução, estamos vendo surgir muitas seguradoras, fintechs e insurtechs, bem como todo o impacto dessa digitalização no mercado de seguros. Hoje é quase obrigatório que as seguradoras tenham um canal de atendimento digital simplificado, demonstrando que se importam com uma experiência do usuário de excelência, que seja confortável e intuitiva. Tudo isso é mais uma condição que homogeneiza o ambiente de negócios para todos os players e, mais uma vez, percebemos que a Sombrero veio para o mercado no momento certo.

Somos uma empresa nova, mas com um time muito experiente, com no mínimo 20 anos de vivência na área.

Já passamos por vários ciclos do mercado de seguros, da economia e da política pública de investimentos, que afeta muito nosso ramo. Com a experiência, também somos humildes para entender que o momento é novo. Ela serve (e muito), mas nos leva somente a um determinado ponto e é preciso ir além dele.

 

O que você imagina para um cenário pós-pandemia na Sombrero? 

Fabricio Bonadio: Nós testamos e verificamos que a produtividade é possível com as pessoas trabalhando em casa e sem a necessidade de grandes deslocamentos e perda de tempo. Tudo funciona. No nosso grupo temos o CEO em Brasília, uma parte da equipe no Rio de Janeiro, outras em São Paulo, Paraná e Santa Catarina. A produtividade está muito alta e um trabalho fundamental que vem sendo realizado é do nosso gestor de T.I., Paulo, que trouxe muitos recursos e fez questão de nos estimular na adoção de algumas ferramentas de produtividade remota, resultando num nível elevado de entrega em todas as posições, do estagiário ao CEO.

 

Relacionando a pandemia ao mercado, vocês sentem que a necessidade das pessoas terem um seguro aumentou? 

Fabricio Bonadio: A pandemia é um fator externo, um imprevisto. Por exemplo, no Seguro Garantia foi afetada a cadeia logística de suprimentos no mundo todo. E como é que eu trago isso para um contrato? O número de discussões contratuais aumentou e isso chamou a atenção para a necessidade de ter uma melhor redação contratual.

O Seguro Garantia acaba atuando quase como um auditor de contrato ou de um risco, é uma garantia de que o contrato vai ser cumprido.

Então a demanda por seguros aumentou,  a expectativa é que aumente ainda mais e que os produtos de seguros sejam cada vez mais sofisticados. 

 

Falando da sofisticação dos produtos, qual o diferencial da Sombrero diante de outros players do mercado de seguros?

Fabricio Bonadio: Entendemos o Brasil, temos uma abertura à inovação e somos digitais. A Sombrero é uma seguradora 100% brasileira, formada por acionistas e investidores brasileiros que já tiveram experiências internacionais e também em empresas multinacionais. Isso nos traz um entendimento muito grande dos ciclos econômicos brasileiros, das dificuldades do empresário no Brasil e da sua determinação. O brasileiro tem suas especificidades na condução de um projeto, isso é algo muito nosso e a Sombrero está disposta a entender o cliente; Segundo ponto: dentro do grupo temos muitas pessoas com uma pegada inovadora, casada com a responsabilidade e segurança. A gente traz toda a experiência olhando para a inovação de produtos, funções, etc. É o nosso cliente quem vai dizer onde ele não está sendo atendido e nós vamos escutar; E, por fim, o digital. Contratamos um portal para emissão on-line e hoje é possível emitir uma apólice de Seguro Garantia sem ter interação nenhuma com qualquer ser humano em questão de segundos. É um processo que até pouco tempo atrás demandava uma diversidade de departamentos. Hoje temos tudo dentro de um conjunto de parâmetros e entregamos essa eficiência e segurança no atendimento ao nosso cliente.

 

Na sua opinião, qual a maior carência do momento no mercado de seguros? 

Fabricio Bonadio: O Seguro Garantia é um mercado de R$ 3bi/ano e estima-se que mais de 90% desse prêmio é oriundo de Seguro Garantia Judicial. Com baixo investimento público em obras de infraestrutura e condições macroeconômicas que ainda favorecem timidamente o investimento privado, o que há de oferta são mesmo as garantias judiciais e, com isso, as seguradoras se especializaram nesse tipo de seguro – consequentemente, se especializaram em competir para ter grandes grupos econômicos como clientes. É quase uma análise integral de crédito, já que a seguradora escolhe o cliente que oferece o menor risco relacionado à capacidade de pagamento.

Sendo assim, o mercado se concentrou em um único produto e virou uma commodity, com a maioria das seguradoras olhando quase que para o mesmo grupo de clientes.

Uma consequência é que empresas de outros segmentos e com demandas por garantias tradicionais (por exemplo: construtoras) acabam tendo menor acesso ao seguro garantia, e percebemos que, aqui, podemos buscar entender melhor tais oportunidades. É preciso ter esse olhar para as obras e voltar-se para empresas brasileiras também muito boas e que talvez estejam recebendo menor atenção. A Sombrero vai se posicionar para olhar também esse pessoal.

 

Para terminar, deixe uma mensagem para os parceiros da Sombrero em 2022. 

Fabricio Bonadio: Em nome da Sombrero, dou as boas-vindas a todos os corretores e parceiros. Desde já estamos dispostos a ajudar da melhor maneira seus clientes, a entender como sobreviveram à pandemia e como estão se preparando para voltar ao crescimento do qual vamos ser protagonistas juntos, buscando êxito nas operações e nos negócios. Estamos a postos para ouvir e entender seus clientes para trazer os melhores recursos e buscar soluções ágeis para que seus negócios prosperem, a fim de gerar cada vez mais oportunidades para todo o mercado.