Agroanalysis e a importância do Seguro Rural

Agroanalysis Sombrero

Por: Manoela Martins Mendes

Matéria de capa escrita por membros da Sombrero traz dados e recomendações importantes para o produtor na hora de contratar o Seguro Rural.

A revista Agroanalysis, da FGV, dá voz ao agro há mais de 40 anos e é um dos veículos de mais importância e relevância no setor do agronegócio brasileiro. Reconhecidos pela sua experiência no segmento, Luiz Cláudio Caffagni (Conselheiro), Leonardo Paixão (CEO) e Márcio Rios (Diretor técnico), membros da Sombrero Seguros, colaboraram com a matéria de capa da edição de fevereiro. Confira os currículos deles aqui.

“Gestão de riscos da produção por meio do Seguro Rural”

É o título da matéria de capa, trazendo pontos que devem ser levados em consideração pelo produtor no momento da contratação de um seguro agrícola para o seu agronegócio, além de exemplificar o cálculo do valor que pode ser segurado pela subvenção. Confira a seguir alguns dos principais tópicos abordados pelos especialistas da Sombrero na matéria.

Risco inerente à atividade agrícola aumenta as recomendações para contratação do Seguro

Com a falta de políticas públicas e incentivo ao Seguro Rural, por muitos anos essa modalidade ficou estagnada no Brasil, até o momento em que o Estado percebeu sua necessidade. O apoio federal veio a partir da aprovação da Lei nº 10.823/03 que “dispõe sobre a subvenção econômica ao prêmio do Seguro Rural”, iniciando o crescimento dessa modalidade de seguro imprescindível para um país com a potência do Brasil.

Em 2022 o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) deve destinar R$ 1 bilhão para subsidiar o prêmio pago pelo produtor rural na contratação do seguro para agronegócio. Apesar dos bons resultados nas últimas safras, o produtor brasileiro não pode ignorar os riscos na produção, que são altos e inerentes à atividade. Estar à mercê do clima faz com que seja necessário trabalhar na gestão de riscos e avaliar a contratação de um Seguro Agrícola.

O seguro é uma solução pois os profissionais do mercado segurador conseguem prever e calcular as probabilidades de perdas para riscos de determinadas localidades. Por isso, a Sombrero trabalha com coberturas customizadas que se adaptam à realidade individual do produtor, afinal, entendemos que cada caso e cada negócio são únicos.   

Recomendações para o produtor segurado

Ter uma atuação voltada para a gestão de riscos é indispensável diante das incertezas do setor agropecuário (agronegócio). Na matéria, os especialistas da Sombrero recomendam ainda, em relação à apólice de seguro, uma leitura atenta para o bom entendimento das regras com auxílio do corretor, profissional que busca a melhor solução para a situação de cada segurado. Outra dica de ouro citada no artigo é que o produtor registre e mantenha seus dados históricos de produtividade dos talhões, afinal, esse histórico é de grande valor na hora de negociar um seguro, podendo beneficiá-lo com prêmios mais baratos e coberturas ainda mais adequadas. 

Leia a matéria completa na edição de fevereiro da Agroanalysis. Para assinar a revista, acesse o link: https://www.agroanalysis.com.br/.