Dúvidas sobre sinistro no seguro? Entenda tudo aqui!

Daniel Pauli é Head de Sinistros na Sombrero Seguros. Ele está há 12 anos no mercado, tem vasta experiência na operação de Sinistros Rurais e participa ativamente das atividades da Comissão de Seguro Rural da CNSeg. 

 

O que é um sinistro no seguro? 

 

Por definição, trata-se da ocorrência de um risco coberto, durante a vigência da apólice. Na prática, é o “momento da verdade” do seguro, quando o segurado utiliza efetivamente o serviço contratado.

Logo após a ocorrência do sinistro, o segurado ou seu corretor aciona a seguradora, registra o comunicado do sinistro e, a partir daí, inicia-se o atendimento e processo de regulação, para constatação, apuração de prejuízos e posterior pagamento de indenização.

Além da tempestividade no comunicado da ocorrência é importante que os procedimentos necessários sejam conhecidos e transparentes aos clientes e parceiros.

Nesse quesito, além do atendimento padrão via Call Center, a Sombrero possibilita aos seus clientes o comunicado e acompanhamento do processo de sinistros diretamente pelo WhatsApp, trazendo facilidade, agilidade e evitando desperdício de tempo. O mesmo número (0800 749 9090) pode receber ligações ou ser acionado através do WhatsApp pelo cliente.

 

Como é realizada a classificação dos sinistros? 

 

Normalmente, os sinistros no seguro são classificados em relação à complexidade e à severidade dos danos, o que direciona a tempestividade e especificidade do atendimento e da regulação.

A classificação se dá numa análise conjunta das informações da ocorrência, das características da apólice e dos riscos segurados. Por isso, a tempestividade e a qualidade das informações coletadas durante o aviso são tão importantes.

Nos seguros agrícolas, por exemplo, a urgência de atendimento e o agravamento dos danos é diferente entre os sinistros comunicados no meio do ciclo das lavouras, em pleno desenvolvimento, os comunicados na fase inicial de plantio e os comunicados na época da colheita. No plantio, o produtor tem pressa em replantar a área dentro da janela ideal e garantir seu potencial produtivo. Já na colheita, a preocupação é retirar a produção do campo, à céu aberto, minimizando perdas e possibilitando o plantio da próxima safra.

No seguro garantia, os prazos de atendimento são variáveis de acordo com o contrato e características do sinistro. Há situações com necessidade de atendimento imediato, e a operação precisa estar alerta para agir com tempestividade.

Ainda dentro da classificação por complexidade, podem ocorrer sinistros com indícios de irregularidades técnicas e suspeitas de fraude. São situações tratadas por protocolos diferenciados, zelando pela justiça, segurança e sustentabilidade do negócio.

 

O que significa sinistro com perda parcial e perda total?

 

A perda total se dá quando o prejuízo causado pelo sinistro coberto é igual ou superior ao valor total do risco segurado na apólice (Importância Segurada). Já a perda parcial refere-se a prejuízos inferiores, que consomem apenas parte da importância segurada. Nos seguros de danos, em geral, as perdas parciais são mais frequentes que as perdas totais.

 

Quando ocorre um sinistro, quais são as maneiras de receber a indenização? 

 

Após o comunicado do sinistro inicia-se o processo de regulação. Nessa etapa, o segurado recebe a visita ou contato de um perito ou regulador de sinistros, credenciado e designado pela seguradora. O profissional realiza todos os procedimentos necessários para constatar, evidenciar e quantificar os prejuízos indenizáveis. 

O segurado (ou seu corretor) também precisa disponibilizar à seguradora todos os documentos necessários e solicitados por ela.

Finalizada a análise técnica e documental, a seguradora confirma o enquadramento da cobertura da apólice e efetua o pagamento da indenização.

O pagamento é sempre direcionado ao beneficiário indicado na apólice, que pode ser o próprio segurado ou terceiro.

 

Qual é a importância da gestão de risco para todo esse processo?

 

A gestão de risco inicia muito antes da ocorrência do sinistro! 

Na Sombrero vivemos uma situação privilegiada em que a gestão de sinistros, a subscrição e o desenvolvimento de produtos atuam em plena sincronia.

Por meio do uso de tecnologia, estudos e análises técnicas, encontramos um consenso para a distribuição comercial e composição da carteira. 

Com os riscos estabelecidos, utilizando tecnologias para coleta e análise de dados de forma remota e in loco, iniciamos um processo de monitoramento ativo das condições regionais, climáticas e de mercado. Dessa forma, conseguimos nos planejar com antecedência para o atendimento de contingências operacionais e possíveis catástrofes. 

Assim garantimos a prestação de serviço adequada e a segurança de nossos clientes e parceiros. Protegemos quem produz!

 

Quanto tempo dura o processo desde o pedido de sinistro até a liquidação?

 

De forma geral, o prazo de liquidação de sinistros é de 30 dias, e a contagem do prazo se inicia apenas após a recepção de todos os documentos e informações necessários para a regulação solicitados pela seguradora tanto para o pagamento da indenização quanto para o parecer de uma eventual falta de cobertura.

Para garantir a agilidade do processo, a comunicação entre as partes deve ser transparente e efetiva. A seguradora deve informar e deixar claro ao segurado e ao seu corretor qual a relação de documentos básicos e de eventuais pedidos complementares que se façam necessários, assim como os canais oficiais para entrega desses documentos. O segurado e seu corretor, por outro lado, devem ficar atentos às providências necessárias com tempestividade.

Na Sombrero, além da comunicação ativa ao longo de todo o processo de regulação, disponibilizamos aos nossos clientes e parceiros canais de atendimento efetivos e ágeis para acompanhamento das várias etapas do processo de sinistros.

 

A seguradora pode recusar o pedido de sinistro? Quais são as circunstâncias em que isso acontece? 

 

Não. A seguradora não recusa nenhum pedido de comunicado de sinistro no seguro pelo cliente ou seu corretor. Todas as solicitações são recebidas, registradas e analisadas pela equipe técnica. Se o sinistro for devido ou não, o solicitante recebe um retorno da seguradora com resultado da análise e continuidade ou não do processo. 

 

Para encerrar, comente um pouco sobre o diferencial de todo esse processo na Sombrero Seguros.

 

Por essência, a Sombrero possui um senso de urgência, agilidade e proximidade constante com seus parceiros, tanto para a entrega quanto para a construção de soluções e serviços.

Somos uma empresa enxuta, com uma equipe técnica extremamente qualificada e competente, sempre diligente e à procura de inovações, tecnologias e melhorias de processos. Tudo para oferecer soluções ágeis, simples, descomplicadas e sem burocracia, além de muita segurança em nossos serviços de seguro rural e seguro agrícola.